A realidade do UK I - Bebida

A realidade do UK I - Bebida

Os ingleses só pensam é mesmo em enfrascar-se. Os pubs fecham todos as 23h por isso toca a ir para lá cedo e beber pints (caneca de 0.58L) até cair para o lado. Tanto homens como mulheres bebem pints, podendo no entanto optar-se pelas half pints caso se tenha de conduzir. Conduzir bêbedo é algo impensável na cultura deles, na mesma prateleira que violar criancinhas. Quem conduz não bebe senão pint e meio e quem bebe vai de taxi. Quando sai um grupo á noite há sempre um designated driver que conduz e não bebe. As discotecas fecham ai pelas 2 da matina e acaba-se o alcóol porque não há roulottes. Correcção: acaba o alcóol em bares e discos. Alguns restaurantes ficam abertos até as 6a da manhã e podem vender alcóol. Esses têm a palavra "Fully Licensed" escrita garrafalmente no letreiro. Muita gente lá vai comer um pão só para poder emborcar mais 2 ou 3 pints. Outros comem mesmo um curry, pois a maior parte destes restaurantes são indianos.

O alcóol é um bem de primeira necessidade naquele pais. Não apreciam muito os vinhos mas apreciam cerveja. As cervejas "lager" (as nossas "louras" ) são coisa para malta jovem e a única marca inglesa que se encontra é a Carling. O resto são as estrangeiras Fosters, Kronenbourg, Stella Artois, Heineken e Carlsberg. O seu expoente máximo são as cervejas "ale" como a Guiness (uma “Stout Ale”, por ser escura). Essas são servidas á temperatura ambiente de uma torneira que faz pressão para sair do barril mas no qual não está sobre pressão. Na conservação do barril está o segredo da coisa. O bom conhecedor consegue dizer em que pubs é melhor uma marca de cerveja. Tal como os nossos vinhos, cada terra tem a sua marca de ale, havendo dezenas no país. A Shepperd&Neame de Faversham é a mais antiga. Também bebe-se muito "cider", cidra de pressão como já vai aparecendo em Portugal. As bebidas brancas são chamadas de "Spirits".

Os pubs têm muitos jogos e são o único sitios onde o povo bife se consegue sociabilizar. Existem os Drinking Games, do género dizer nomes começados por letras numa roda de amigos. Quem não acerta bebe, e depois também já não se acerta uma. Em casa jogam-se coisas do tipo ver um filme e escolher uma personagem. Quando essa aparece toca a beber. "Nem imaginas as vezes que o C3PO e o R2D2 aparecem no Star Wars", disse-me um inglês uma vez. Outra coisa comum são os "pubquizes". São jogos de perguntas respondidas em grupo sobre cultura geral. Participei uma vez e fiz 0-50. Era quase tudo sobre TV inglesas com recurso ás "soapoperas" (novelas), Eastenders, Coronation Street, etc. Jogos de dardos e bilhar são muito comuns. Música ao vivo aos domingos depois da hora de almoço é comum, e é a altura em que os velhos vão aos pubs. A malta jovem ao sábado enche o pub a partir das 17h.

Nos pubs raramente se houve música ambiente mas a conversa é tanta que se dispensa. 15 minutos antes do fecho, toca um sinete. Quer dizer "ultimos pedidos antes de fechar". Saiam da frente que vai tudo a correr beber a ultima cervejola.

Se não fossem os pubs os ingleses nem se reproduziam. As pessoas que nos pubs são alegres e conversadoras, durante o dia-a-dia são taciturnas e de conversas superficiais. Os ingleses raramente se tocam , não dão "bacalhaus" entre os rapazes nem beijinhos as meninas. Mesmo a á noite costumam sair as raparigas e os rapazes em grupos separados. Se não fossem os excessos do álcool, provavelmente nem se conheciam. Os pubs estão para eles como os cafés para nós. O café lá é coisa exótica de italianos e franceses (espresso, a 2.5 libras!! ) ou uma mistela horrorosa que se bebe no trabalho. Para convivência social vai-se ao pub beber uma pint, independentemente da idade, sexo ou extrato social. Claro que benzoca é beber vinho (vende-se a copo nos melhores pubs), mas a cerveja é o típico.

O tabaco lá é caro, 4 libras um maço de marlboro (6.5€). Até os ingleses acham caro e isso faz como que se vendam maços de 10 cigarros também. Quando lá morei, em 2002, o tabaco na França era a 3 euros. Do Sul de Londres apanha-se o Eurostar a caminho de Paris ou em London-Waterloo ou em Ashford International, mais perto de onde vivia.

Havia uma promoção de 100 euros em que se podia ir com o carro até França depois das 6 da tarde e voltar antes da 1 da manhã. Para que raio alquem queria ir? Simples, pegavam numa carrinha, juntavam 4 ou 5 gajos e iam até Calais, toca a ir ao supermercado Duty Free ali ao pé da estação e encher a carrinha de cigarros e alcóol para o ano inteiro. Regressava-se logo a seguir. Esta romaria era feita uma vez por ano por muita boa gente.

Comments

solf said…
a cena da venda de alcool até as 23h acho que já foi de algum modo alterada. Acho que agora se podem pedir com mais facilidade licenças especiais para vender alcool até mais tarde (ou durante 24h n sei bem). Penso que a lei entrou em vigor há pouco tempo e não sei se já há sinais vísiveis da referida lei! Sei também que é exclusiva de Inglaterra, na Escócia ainda não se aplica... para tristeza (calculo) dos habitantes desses domínios setentrionais visto que tambem gostam pouco de se enfrascar...... Na noite que passei em Edimburgo foi vísivel um ambiente de maior loucura e javardagem tão mais latina e que me fez relembrar o Bairro Alto.... Diz a lenda que houve uma altura entre fins de 2000 e de 2002 que na zona das Medway Towns (Kent) tambem se assistiu a algumas exibições deste tipo :))))

Há ainda algo curioso sobre a Escócia...é dos poucos países (SIM PAÍS!!!) ocidentais do mundo onde o refrigerante mais consumido não é a Coca Cola mas sim uma bebida de produção local denominada Iron Brew. É uma cena laranja que n sei bem ao que sabe...eu bubi na versão com vodka e era uma cena na onda do smirnoff ice.... not bad!

voltando a inglaterra uma cena surreal era ir a um Tesco (para quem não sabe uma loja tipo modelo/pingo doce/etc) que se encontrava aberta 24/7 e das 23h as 8h da manha e, embora expostas não era permitida a venda de bebidas alcoolicas...ou seja se chegasses com aquilo à caixa n te deixavam passar....

ouvi também falar de discos que se mantinhamn abertas depois das 2h mas que a partir dessa hora nao vendiam alcool...resultado: consumo de pastilhas e cenas afins a disparar vertiginosamente....
enfim outras culturas :)

à conta disto é ver os bifes e mais importante as bifas :) a cair podre de bebadas as 2h da manha enquanto portugueses e espanhois (que ainda começam a farra mais tarde que nós) ainda se estão a iniciar na jarda nocturna :)
às vezes tem as suas vantagens eheheehehehehe


Sf
Devo ter-me esquecido...

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal