Posts

Showing posts from August, 2005

Space Shuttle - uma Maravilha da Ciência

Space Shuttle - uma Maravilha da Ciência

Pesa 100 toneladas empty-weight e tem 500 000 libras de thrust (impulso) em cada um dos 3 motores!!! Para que sirva de comparação o A380 a pesar acima das 600 toneladas carregado tem 320 000 libras somando os 4 motores!!! As 500 000 libras dos 3 SSME correspondem as 12 milhoes de cavalos. Na descolagem os dois foguetões auxiliares dão 75% do impulso e propulsionam o SS até mach 9 antes de serem descartados.

Ao ligarem-se levam menos de um milésimo de segundo até full power. Quando o SS fica a funcionar só com os seus motores e tanque de combustivel chega a 24 000 Km/h. Em órbita usa thrust vectoring para se movimentar, porque ailerons e leme no vácuo nem ver.

O sistema de thrust vectoring tem 44 pequenos foguetões ao longo do bordo da asa passando pelo nariz que são usados para dar impulsos atingindo precisões de deslocamento na ordem dos centimetros.

Aquela fumarada toda que vê ao aquando da descolagem é apenas agua de umas piscinas construidas p…

Jumbolino com 4 motores porquê?

Image
Porque raio um avião regional tem 4 motores, quando 2 eram bem capazes???

Eis fotos do meu primeiro voo num Avro RJ100, o HB-IXW da Swiss, num voo NCE-ZCH.

A Swissair (agora Swiss e futura parte da Lufthansa) tinha a mania de meter nomes ridículos nos seus aviões.
Bae146/Avro RJ - "Jumbolino"
Convair 990 - "Coronado"



Eis uma explicação de quem sabe porquê ;)

AVCO Lycoming tinha iniciado a produção do Lycoming ALF 502, uma turbina baseada na secção quente dos motores Lycoming T55 que equipam o Boeing CH-47 Chinook concebida para equipar o Northrop A-9 avião que iria competir com o Republic A-10. Como se sabe, o A-10 venceu e a Lycoming ficou com um motor pronto mas sem cliente. A certa altura conseguiu um contrato para fornecimento de reactores para o Lear Learstar que viria a ser adquirido pela Canadair e produzido como o CL-600 Challenger. Ao fim de poucas unidades (uns trinta e poucos) a Canadair trocou de motores e passou a utilizar os General Electric GE CF-34. Mais …

Aquilo ali é o Porto Santo?

Esta passou-se comigo num voo TAP LIS-FNC á hora do jantar. A meio do voo uma senhora ao meu lado, imigrante na Suiça, aponta para janela (onde eu estava) e pergunta:

- Aquilo ali já é o Porto Santo?
- Não, minha senhora, é a luz na ponta da asa.

Origens d'"O Avião" da 2ª Circular

Image
Origens d'"O Avião" da 2ª Circular

É um Convair 880, tá no lado de baixo da 2ª Circular junto á Portela.
Ostenta o letreiro SHOW GIRLS, e segundo uma reportagem d'O Público é o clube de Strip mais xungoso de Lisboa.

Foi da Delta. Alguem sabe como e quando lá foi parar ?
Eis informações que recolhi em foruns:



Pelo que eu sei o aviao chegou, descarregou, a tripulação desapareceu e depois o unico contacto que havia era de um apartado perdido algures nos EUA, que não tinha dono... Depois de uns tempos no Aeroporto foi vendido para pagar a dívida de estacionamento.

O N8806E, foi da Delta, depois da Orion Jet Sales e da Aviation Corporation que o alugou à Concordian Corporation. Após descolagem com destino aos Açores, teve problemas com as comunicações e voltou para trás e cá ficou abandonado. Ouviu-se dizer que entre o que constava no manifesto de carga e o que realmente transportava, toda e qualquer semelhança era pura coincidência (talvez isso explique o desaparecimento da tr…

Passageiros a bater palmas nas aterragens na Madeira?

Passageiros a bater palmas nas aterragens na Madeira?

Sua opinião:

a)Prémio para os pilotos
b) O perigo já passou!!UFA!
c) Uma parolice

Quantos de nós nos sentimos envergonhados de ir num avião e, após o touchdown, metade dos pax (pax=passageiro) desatar a bater palmas? Ou quantos nos sentimos descansados de ver o passsaroco de metal finalmente poisar?


Na minha oponião deveria ser desprestigiante para o pessoal PNC/PNT/ATC ter os pax a baterem palmas. Fazem-no (em LPMA) porque vão borrados de medo que o avião se parta todo ao aterrar e acham que foi a pericia extrema de alguem que impediu a catástrofe. Os medos de 77 ainda perduram, há dias conheci um médico norueguês ( num voo Sterling NCE-OSL, investigador de cirurgia cerebral) que me perguntou se o apt LPMA não era um perigo (lembrava-se dos acidentes TAP, Aviaco e SaTA).

Ninguem quer descrebilizar os pilotos nem o seu know-how, mas a verdade é que aterrar não é um pandemónio aque apenas a pericia extrema evita o pior. Contraponho com o …

Aviões de teste para certificação, que fazer com eles?

Sei que são vendidos. baratos? Remotorizados?

Se formos a ver as frotas de que dispõe a Airbus e Boeing, não existe um modelo de cada. Presumo então que os partiram, ou venderam peças ou venderam mesmo o airframe. E neste ultimo caso penso que ninguem pagaria o mesmo que por um avião novo em folha. A Airbus não tem menhum A319, A321, ou A330 (lembrar que espetaram um nos anos 90 em testes). A boeing não parece tb ter nenhum B737 nem B777.
O primeiro B777 construído foi vendido à Cathay Pacific, o protótipo do B747-400 N401PW, que actualmente opera pela Northwest como N661US.

Vergonhas do Apartheid I

Vergonhas do Apartheid I

Os boers, descendentes de holandeses na África do Sul, tinham um hábito que mostra o racismo extremista que pautava a organização social vigente, em que os pretos ficavam abaixo da poeira.

Os cães (raça ridgeback)dos senhores brancos eram treinados desde pequenos para terem a mesma visão racial. Como?

Atavam os bichos novos a um poste, e mandavam um preto bater-lhes um bocado.

Depois vinham os brancos e davam-lhe de comer e faziam-lhes festinhas.

Doentio....................

Avião mistério na Air Luxor

Image
Sempre pensei que o A330 CS-TMT operado pela Air Luxor (LK) era um série -300. Num anuncio publicitário da mesma companhia vejo isto, uma foto com o designador A330-200.

Como é possível, tendo em conta que as matrículas não se repetem?

Em tempos ouvi o Cmdt Mirpuri anunciar a encomenda á fábrica de uma aeronave A330 pelo valor de 20 Milhões de Contos, que penso nunca ter-se finalizado com a compra da mesma. Terá sido isso?

A fotografia não é montagem, a Air Luxor esteve para receber em 2001 um A330-200 de fábrica e que seria registado como CS-TMT. Aqui podem ver-se as fotografias do avião ainda com matrícula francesa de testes. http://www.planepictures.net/netshow.php?id=10647http://www.planepictures.net/netshow.php?id=14300

No descritivo da ultima foto está mal colocado o -300, vê-se que é um -200 pela dimensão, e o CS-TMT actual foi apenas entregue em finais de 2002.


foto de: Goran Matovina, http://www.airliners.net/open.file/862922/L/

Mudaram o interior do avião e os motores de Pratt &a…

O Discovery aterrou...em cheque ao Rei..

O Discovery aterrou...em cheque ao Rei..

Aeronaves dos Anos 70, montadas no inicio dos 80.
Tecnologia com 40 anos.

O 1o, custou 1000 milhões de USD, de 1970 a 1980!

Penso que os orçamentos NASA pós guerra fria tem de ser melhores geridos para redesenhar os vaivéns. Depois do fim da competição taco-a-taco entre os dois lados da Cortina de Ferro, a competitividade morreu. A tecnologia está nas maõs de tecnocratas sem estímulo.

Corre-se o risco de o próximo acidente ser um passo atrás muito grande na engª aerospacial.
Não se pode arriscar mais.

O programa do vaivém está em cheque ao Rei.

A Virgin e o Richard Branson podem receber o testemunho e prosseguir.

Capital, Comércio do Porto e Ballet Gulbenkian:Adeus

Mais dois jornais que fecham. O primeiro de índole mais popular e de história recente, o segundo com 150 anos recém-cumpridos e fundado com o nome num Português que já não se usa: "Commércio do Porto". Atravessava o seu terceiro século de existência.

Editaram-se pela última vez no sábado passado, no mesmo fim de semana em que o Ballet da Gulbenkian fazia a actuação de despedida.

A Capital foi em tempos o único vespertino no país, mas custos de distribuição remeteram-no para as manhãs onde não pôde competir com outros como o recente 24Horas.
Ambos estavam em posse de um grupo de imprensa espanhol que optou pelo seu cerrar de portas.

Um pedaço da nossa cultura grande demais para perder num único fim de semana. Ainda para mais quando a decisão nem é tomada em Portugal.

Como estragar uma festa e uma reconciliação entre povos

Em Outubro de 2001, sendo eu sócio do SCP, eis que apanho a oportunidade de ver a nossa seleção jogar em casa com Angola. Faltava um mês para ir para o estrangeiro por um largo periodo dai que reunimo-nos três amigos, eu o Crinas e o Condenado, e fomos lá ver o desafio. Três anos antes tinha Portugal jogado com Moçambique em solo Africano, onde o Madeirense Eusébio se estreou pelas quinas e foi tudo futebol e amigos.

A seleção angolana é referida como "Os Palancas", a fazer juz ao símbolo nacional que é a Palanca (algo parecido com um antílope). A seleção de esperanças, por analogia é conhecida pelos "Palanquinhas". As aeronaves dos TAAG (Transportes Aéreos de Angola) envergam pintada na cauda uma imagem deste magnífico animal.

Mal entro no estádio, vejo que Angola jogava em casa, 80% dos apoiantes presentes era deles. Muitos tinham uma t-shirt com a cara dum líder politico qualquer de lá (em eleições em Angola, apesar de ter sido antes do Jonas Savimbi ter sido assa…

2º Exocet atingiu o HMS Invencible?

Palco: guerra da Malvinas, 1982.
Background: O general argentino e pres. Rep Galtieri decidiu num golpe napoleónico reivindicar pra si umas ilhas a 600km da costa argentina sob possessão inglesa (Falklands). 3000 soldados do pais da Pampas dominaram 24 soldados ingleses, sem baixas mesmo após imenso tiroteio. Margaret Thatcher, "dama de Ferro", não se deixou ficar por ai e ordenou uma das maiores operações militares da história para ir lá buscar posse de território nacional.

Segundo reza a história o destroyerHMS Southampton foi destruido na guerra das Malvinas por um incêndio deflagrado após o impacto de um missil ar-terra "fire and forget"de fabrico francês Exocet. Nesse momento os operadores de radar tinham desligado o radar de deteção de aviões para efectuarem uma comunicação internacional. Quando voltaram a ligá-lo o missil já estava a menos de um minuto do navio. A Inglaterra mandou afundar o barco noutro sitio a 2000 metros de profundidade porque tinha lá ogiv…

Desastre não oficial de um Mirage IV

Desastre não oficial de um Mirage IV

Em 1967 a França tinha como bombardeiro nuclear o Dassault Mirage IV. Segundo consta orgulho pessoal do Gen De Gaulle. Acontece que um dia um deles em missão sobre a França, e após reabastecido no ar, fica sem os dois alternadores electricos. Isso quer dizer s\ flaps, brakes, leme, etc.. Naquela altura não havia "ram turbines" (energia eólica obtida com uma ventoinha (como o A330 da Air transat usou para aterrar nas Lajes) e apenas uma pequena bateria que (nova) duraria 15 minutos.

Com o avião a 11 minutos da base e o comando estratégico francês a levar tempo a tomar a decisão do que fazer, os pilotos borraram-se mesmo. Decide-se então voltar a base, sempre com o piloto a tentar poupar o maximo de energia eléctrica possivel. O avião tinha sido reabastecido e estava com peso de 37 toneladas. Mas nunca pode aterrar a mais de 32 sob risco de danos estruturais. E não podia descarregar jet A-1 porque isso é a custa de energia electrica, muito …

Ataque nipónico em continente US em plena II guerra

Parece que afinal o ataque a Perl Harbor teve 2 sequelas. Em Abril de 1942 os B-25 comandandos pelo Major Doolittle, descolados de um porta aviões, atacaram Tóquio. Em Setembro um subamarino I-25 do Império do Sol Nascente foi encarregado de uma missão de de retaliação. Um ataque continental aos US. Esse submarino possuia um hangarzito onde estava alojado um "Glen" (Yokosuka E14Y1, pequeno hidroavião bombardeiro. Após emergir, o avião era montado pelo piloto e assim aumentando a capacidade de deteção e bombardeio do submarino.

O objectivo era atacar uma das grandes florestas do Oregon, semeando o caos longe das bases alvos militares, podendo até prever-se a destruição de alguma pequenas cidades. Uma manobra que primava pelo seu caracter de diversão e pela simplicidade ao atacar um alvo desprotegido. O submarino percorre então 7000km até chegar a 75km da costa americana. O alvo era junto á costa, entre Portland e San Francisco.

Esperam uns dias devido a má meteorologia e qua…

Kamikazes Alemães

Conhecido da malta da aviação é por certo o "Vento Divino", missil tripulado japonês usado no desespero final da batalha do pacifico contra os navios americanos.

http://www.aikensairplanes.com/images/mar26.jpg

Esse aparelho era propulsionado por uma turbina Walter de tecnologia alemã. Chegava a atingir 1000km/h aquando do impacto, a uma velociadade que inpossibilitava o eficaz apontar das DCAs. Os americanos apeldidavam de "Baka", que queria dizer "tolo". Os alemães também usaram uma versão da V1 tripulada, o Fieseler Fi-103R " Reichenberg".

Este não era suicida, pois o objectivo era o pilto ejectar-se momentos antes do impacto, não estando a coberta da carlinga aparafusada como nos colegas japoneses. Não obstante, sair aquela velocidade quase a chegar ao solo, quando a entrada da turbina ficava mesmo atrás do cockpit devia ser fácil...

Há uns anos uns pilotos de T-38 (1º avião supersónico da FAP) canadianos deixaram gelo formar-se no pitot, perd…

Quando um Boeing voa do ninho....

...aos comandos do novo dono abana as asas após a descolagem para dizer adeus á casa-mãe.

Li um artigo sobre a entrega do 1o B764 em Everett á Delta. O cmdte Holmquist foi lá, assinou-se a papelada e toca a fugir com ele. Ao descolar, e pelo que li é tradição aquando da entrega dum recém-fabricado, os pilotos abanarem um pouco o avião para um lado e para outro como que a dizer adeus.

Giro..

Newark Liberty International Airport

Em tempos a TAP voava para NY, aterrando no apt de JFK. Hoje em dia, aterra do outro lado do rio Hudson em Newark (estado de New Jersey). Está lá uma forte comunidade imigrante portuguesa e do apt vê-se bem até o Empire State Building. Voam para lá companhias importantes estrangeiras como a Air France, British Airways e até vi por lá o avião (B.707) do John Travolta.

O aeroporto está dominado pela Continental Airlines desde o take-over da People Express, sediada no aeroporto de Newark (IATA:EWR) . A podridão é que o apt, (anterior a JFK e LaGuardia) agora chama-se Newark Liberty International Airport. Porquê? Em honra aos passageiros heroicos do voo 73 que se despenhou na Pennsylvania durante o 9/11, que dominaram os terroristas e despenharam o avião de propósito para evitarem matar mais civis.

Tinha descolado de EWR, rumo a California.

Get real!
Alguem acredita que o avião não foi abatido??

Viagem a Dublin, 2002

Irlanda completamente anti-UK. Nada de lojas nem cervejas nem bancos UK. Ontem foi o duelo de Glasgow, o Old-Firm, e havia montes de gajos com camisas do Celtic.

Dublin cidade pequena e nada de especial quando comparada com outras capitais europeias. Fábrica da Guiness dominio!!! Já tem +200 anos. Começou como bebida medicinal e anti-insónia. No ultimo piso está todo o pessoal bêbedo, é incluida na entrada uma guiness a beber no bar em cima. Mas muitos repetem a dose de modo que a varanda está vedada não vá alguem mergulhar. Havia um belo B737-200 da Ryan Air com livery da Henessy em Dublin.

Todos os sinais, servicos publicos (Eir Com, por exo), nomes de ruas estão escritos em irlandês (semelhante ao gaélico) além de em inglês. A Jameson também é de Dublin e tem um museu.

Dublin (Dubh Linn) significa "black pool"e vem do rio Liffey desaguar em Dublin cheio de porcarias. Mas o nome oficial em irlandês é "Baile Atha Cliath". Belfast escreve-se "Beel Feirste".