Posts

Showing posts from September, 2006

CP Valour Jaz no fundo do Atlântico

Finalmente o CP Valour abandonou o Faial, após 9 meses encalhado.

Um erro de navegação da tripulação croata, motivado pelo excesso de workload durante a fase de aproximação. Apenas 3 tripulantes geriam o enorme navio numa ponte dimensionada para muitos mais. Duas linhas de postos de controlo e monitorização eram demasiado esparsas para serem geridas com rapidez somando ainda as comunicações via rádio para quem operava os ferros (âncora) na proa. O navio deveria ter fundeado para arranjar um problema nas máquinas e não parou, pois estava com máquinas a meia avante quando deveria estar parado. Encalhou a 6 nós de velocidade e dali já não sairia em condições. A hipótese de esquema por causa de seguros é pouco provável, já que o navio tinha sofrido um overhaul com montagem de equipamentos novos e estava em perfeito estado.

Após meses a desmontar máquinas, ponte e atirar contentores com custos imensos, chegou-se a hora de o tirar dali. A empresa holandesa a cargo deste projecto trouxe um sul…

TER-HOR...com extravio de mala!!

Image
Fiz um TER-HOR na SATA Air Açores, na passada 3ª feira. O voo saia ás 17h20, foi antecipado para as 15h50 e depois adiado para as 20h20. Apenas soube disto porque ia uma pessoa comigo em trabalho a quem o seu contacto se dava a trabalho de se informar. Levei comigo a mala do meu portátil e o meu bobi. Este tinha 9,1kg teve de ir para o porão por passar de 6 kg. Tirei tudo menos o bilhete do dia seguinte para PDL, por lapso. O avião atrasou mais de meia hora, mas num instante estávamos na Horta. O meu bobi é que não apareceu. Fui reclamar ao lost & found, apresentando a etiqueta de bagagem e o talão do cartão de embarque. É nesta altura que as airlines esquecem a política do "voe connosco, sempre a servir o cliente" e começam a negar e a tentar baralhar o pax que acabou de ser “encavado”. A menina começa logo a armar uma confusão de que eu tinha de ter o recibo do bilhete. Ainda meio atordoado de ter visto uma mala ter ficado para traz num voo entre duas ilhas dos Açores …

LIS-TER, 5h mais tarde e com 45m de sauna

A 2ª feira passada embarcava no voo TAP que fazia LIS-TER ás 8 da manhã. Chego ao check-in estava CANCELADO. Seria por causa do Helena? Quando chego á minha vez da fila, alocam-me para o das 13h e dizem-me que foi cancelado por "motivos operacionais" e que tenho direito a um snack se for ao balcão de Grounforce. Lá vou, com a esperança de indemnização, e deparo-me com o clássico balcão unipessoal com fila de espera 30 pessoas (havia mais um funcionário mas apenas para o excesso de bagagem). Ao fim de 25 minutos estava já perto de balcão e passa três pessoas que iam comigo em trabalho, já meios atrasados para o check-in. Quando chega a minha vez dizem-me que não tenho indemnização por causa de avaria no avião não ser válida. Pergunto pelo snack e dizem-me que basta ir ao Harrods. "No Harrods??? Agora é que dizem depois de estarmos aqui meia hora na fila???". Responde-me que lamentam mas não tinham organizado na altura. Sugeri que anunciassem ao menos na fila do balc…

Filmes alusivos ao 911: "Flight93" e "World Trade Center"

Comecemos pelo segundo. Muito pobre para um filme do Oliver Stone. O típico drama americano nos moldes "Reader's Digest", em que pai de família que está a construir algo em casa pensa o tempo todo nos filhos em aflição, tudo enchido com humor dúbio. penso que apenas a personagem do Sargento Karnes mostra algo de novo. Um religioso profundo, frio e fanático que vai ajudar os enterrados nos escombros, de farda dos Marines. Nota-se o culto cego dos USMarines, patente na questão da faca de mato que ele empresta a um bombeiro. Mal a missão está acabada, pega no telemóvel e alista-se para ir vingar-se em alguém. No típico posfácio em texto antes dos créditos, é dito que foi combater no Iraque. Portanto apenas um energúmeno que não percebeu mesmo o que ali se passou, mais um moralista extremista Ocidental.

O Nicholas Cage, para tédio do espectador, faz o papel de homem rijo de poucas palavras. Existe o monopólio de personagens, que mais faz lembrar o "Outra Face" como …

Acabei de descobrir como se passou tudo no Pentágono.

Image
farto de ouvir teorias de conspiração sobre o 911 no Pentágono, decidi aderir e desvendar complot.


Vamos ver, descola um 757 da AA com cerca de 50 pax e 10 tripulantes.
A certa altura some-se do radar para sempre e depois algo impacta no Pentágono.

O modus operandi deve ter sido algo do género:

Os ATCs da zona tiveram preparação para encobrir este assunto, meses antes do 911.
Tudo foi arquitectado em sintonia com os outros "ataques" ao mais ínfimo pormenor de maneira que os 120 infelizes que morreram no Pentágono (normalmente gente bem informada sobre o país) nem desconfiassem.

Durante o voo, houve jamming dos R/Ts do avião para não poderem mais contactar na frequência de rádio aberta a todos, não fosse algum outro avião se aperceber do esquema. Deve-se ter usado um caça da USAF (mas todo pintado de preto) que não só fez o jamming como o fez divergir para longe da rota). De alguma maneira o piloto não pode meter o 7700 no transponder (ou apagaram nos registos de ATC).

Depois entram…

Mais uma ida a Barajas

Vim num MD-88 (EC-FBJ) da Iberia, barulhento que se farta.
Ao entrar, vejo um monte de PNCs pouco sorridentes e com fardamenta digna de um mcDonalds. Pedi janela, deram-me na ultima fila. AO chegar lá constato que o a escada que sai da cauda estava aberta. Lembrou-me os tempos dos 727 e fui a correr tirar um foto. Aparece um PNC com uma barba ranhosa, com um ar de porteiro de discoteca que me mandou "borrar" (apagar) a fotografia porque era proibido (sic), o que acedi sem reservas. Já estava a preparar-me para atacar mal ele estivesse desatento, vai lá o cromo, recolhe a escada e fecha uma porta que tapou toda a visão. A persiana na minha janela estava corrida, fui abri-la e tive um choque. Estava tapada..pelo motor do avião!! Parece uma daquelas obras estúpidas de construção civil que andam a título de gozo a circular por email. A bordo, nem água nem café.
Ao regressar, tinha tempo de decidi vir de metro, era só um euro e com ligação ao aeroporto. Na estação de "Nuevos M…

best seat in da house

Estou neste momento no 8E num a321 CS-TJF da TAP.

Fechamos as portas e vamos embora.

este é o meu primeiro post feito DENTRO de um avião.

Já o completo, ouvi as portas em "armed".

=================================

Foi o voo TP1670, e aos comando ia o Cte Marcos Rasberge e o F/O Sérgio Cruz.

Rescaldo da ida a LHR no 911 + 5

Image
Mais uma má chegada a um aeroporto em Londres, desta vez LHR.

No dia 11-9 fiz LIS-LHR. Fiz o check-in telefónico de véspera para evitar overbooking. Incrivelmente no site da TAP, existe uma página sobre o telecheck-in, mas o número de telefone, esse nem ver. Valeu o 118.pt. Ao levantar o cartão de embarque um grande sermão sobre não levar líquidos, desodorizantes etc. Sem qualquer remorso, ignorei por completo e levei o meu bobi com amostras de perfumes, dentífrico nas lonas, lâmina de barbear descartável e um desodorizante. Sabendo de antemão que á vinda a segurança seria mais apertada planeei atirar estes artigos todos fora menos o desodorizante. Como de costume passou tudo no raio-x mesmo a lâmina de barbear. Surpreendentemente fomos num A310, Fernão de Magalhães

Ido de Rochester no nosso 307 alugado, fez-se bem o caminho pela M2 até á M25. Pouco tempo após a saída para a M23 que ruma a LGW, o trânsito pára. Passava das 16h e o nosso voo era ás 18h20, faltando 57 milhas para chegar a…

O 11 de Setembro, 5 anos depois.

Amanhã faço LIS-LHR na TAP, poucas semanas após o sururu com o complot terrorista com os líquidos. Levo o bobi com liquidos (perfumes, pasta de dentes) porque no sentido de ida ninguém liga a nada dessas proibições. Ao vir será diferente, terei de deixar todos esses fluidos suspeitos em terras de sua majestade ou, mandá-los para o porão. Como mandar malas lá para baixo nunca me deu jeito, e menos agora vou levar umas amostras de perfume e uma embalagem de dentífrico que até já está meia dura. Champô deve ter no hotel e desodorizante tenho um quase seco. Levo a lâmina na barbear á mão há meses e meses e nunca me dizem nada, mas desta vez não arrisco a minha Gillette Mach 3 (a ver se os anúncios do google me dão alguma coisa por isto) de 20 e tal euros, não senhor. Levo uma ranhosa Bic descartável que fica lá.

Como sou um terrorista até prova em contrário há que demonstrar a minha inocência atirando fora as "provas", enquanto me submeto ás investigações, pagando - e bem - por t…

Os Concordes onde estive

Image
Em Março de 2003 fiz Marseille-Provence - Paris Orly num MD83 da Spanair por causa de uma greve na AF. Depois vim de Charles de Gaulle para Lisboa num A321 da AF. Ao taxiar naquela imensidão vi 2 concordes, um deles vinha atrás de nós.

Mal sonhava que poucos meses depois os concordes encostavam....

Estive dentro de 4, sempre em terra:

O G-AXDN, o Concorde 102, modelo de pré-produção British Aircraft Corporation que está no museu de Duxford. Estive lá em 2002 e 2004.


O G-BOAD, ex-BA, numa barcaça em NY junto ao USS Intrepid, Foi em 2004.

Este ano visitei os 2 em Le Bourget um da AF (F-BTSD) e um de pré-produção da Aerospatiale (F-WTSS).

Estes dois são o maior espetáculo, estão de frente um para o outro.

Não coloco mais texto, as imagens falam por si.

Grandes do passado - Nikos Galis

Image
Nikos Georgalis "Galis" foi o maior jogador grego da história. Nasceu em New Jersey a 23 de julho de 57, filho de imigrantes de Rodes. Começou no boxe mas passou para o basket, sendo uma vedeta da universidade Seton Hall. Uma lesão e o desleixo do seu agente, a colher $$ da Diana Ross que também representava, fizeram-no ser uma escolha fora do baralho nos Celtics. Decidiu ir para o Aris Salónica onde se tornou uma lenda.

Tinha apenas 1.85 e um porte nada atlético. Mas era daqueles que marcava 20 pontos ou mais todos os jogos. De uma regularidade impressionante, só o vi jogar na sua última época pelo Panathinaikos em 94, com 37 anos. Veio jogar contra o Benfica e marcou a sua conta como de costume. O mais impressionante era vê-lo jogar, Penetrava pela defesa devagar, sempre a meter o drible no sítios certo, a ganhar 10 cm aqui, 20 ali, não tinha espaço, invertia o drible. Quando já andava perto do cesto, fazia uma finta de drible, parava e lançava em arco. Ou lançava para fren…

Magic moments III

1989 Cavs vs the bulls - 1st round game 5

Last minute and scores are even. It has been MJ show all night, but the CAVS are a better squad and Ehlo, Jordan’s guardian, is having a great game. MJ puts the Bulls up one in the last 10 seconds. The Cavs run a play and Ehlo cuts to the basket and scores on a layup, and get the the home crowd certain they'll play in the 2nd round. There is about 2 seconds remaining. The Bulls inbound to MJ, at the top of the key, he dribbles once, jumps, Ehlo is all over him with a stretched arm in his face, MJ holds...Ehlo is goes past...MJ still airbone..Ehlo is back on the floor...MJ finally releases the trigger on the jumper… and it goes in at the buzzer...Bulls win! MJ then jumps of joy pump-fisting the air while Ehlo is laying down on the floor almost a hero..but not…

1996 Euroleague Final Barcelona - Panathinaikos

A great matchup joined the Greeks with the Catalans. NBA all-star and 9th All time score leader had joined Panathinaiko sat an astonishing…

Magic moments

1993 NBA East Conf finals game 2, 2nd quarter
The Bulls had eliminated the Knicks in the past two years. The year before Riley had taken over and created a hard-D bad-boy-like type of game. The star Ewing was complemented with blue-collar players like ex-CBAs Starks and Mason. Starks was a Jordan stopper, if that can ever be said, and he had something to prove in the NBA and wanted to revenge the game 7 loss in 92. During the second quarter, he gets a pick form Oakley, defender BJ gets lost in it, he takes the dribble on the baseline and throws down a huge left handed jam is MJ's and Horace's face. The Garden exploded and the Bulls were in trouble as the Knicks stole the show.

1995 NBA Finals - game 5

Clyde the GlideDrexler and Akeem (later Hakeem) The Dream Olajuwon played together in the college of Houston where they created the Phi Slamma Jamma, and lost the NCAA title in the last seconds with a dunk from the opposing team. Clyde was drafted by the Blazers, loser in the Final…

Assisti ao nascimento e morte de um avião

Image
Em 1985 fiz LaGuardia-West Palm Beach num 757 da Eastern Airlines. Na altura o 757 era um avião "novo" (começado em produção em 1981) disse-me o meu pai e ainda levou algum tempo a começar a aparecer na Madeira. O avião foi lançado em 1979 como sucessor do 727-200, com dimensões semelhantes, mesma cabine, mas apenas 2 pilotos e com consumos de combustível mais modestos. Uma semana antes do lançamento oficial, o desenho previa uma cauda em T, mas com motores nas asas. O lançamento foi feito já com a actual configuração, e com riscos financeiros repartidos por americanos e italianos.

Recentemente, a Boeing encerrou a sua linha de produção em Renton para dar lugar ao 787, ficando a necessidade tapada com a ultima versão do 737-900.

Foi o primeiro avião de grande porte que assisti ao seu nascer, afirmação e fim de produçaõ. O A310 continua oficialmente em produção devido á variante militar MRTT, apesar de transcorrida mais de uma década sem encomendas civis. O mesmo acontece com o…