Posts

Showing posts from June, 2006

Not a Bentley

Eddie Griffin, 24 anos, jogador basket de 2.11m de altura, na sua quarta época na NBA. Uma estrela? Não... Conhecido sim, por episódios ridículos...

Ao entrar na NBA, com 19, recebeu para as mãos uma pequena fortuna ao assinar pelos Nets. Nem chegou a jogar essa época, nem nunca pelos Nets. Era uma criança que enveredou por caminhos destrutivos, relacionados com o álcool. Foi preso por aparecer á porta da cada da ex-namorada de pistola em riste. Passou um ano a reabilitar-se numa clinica Betty Ford e depois assinou pelos Rockets onde até mostrou algum potencial. Após um ano mudou-se para os Wolves, onde jogou de modo pobre os últimos 2 anos, embora parte da rotação da equipa.

Saiu agora uma notícia linda de morrer. Em Março, depois de um jogo em Minnesota, pegou no seru Cadillac Escalada e espetou-o num carro parado no passeio, á frente de uma mercearia. O vídeo de segurança da mercearia mostra-o a pedir desculpas ao dono (o caso espatifado era do seu irmão) e a dizer que "Tou bêbe…

Português ecológico

O português, tal com o País, é um caos desregrado. Letras e combinações inúteis e incoerentes fazem da lingua dificil de entender para um estrangeiro e frustrante para o português (wonder why o inglês é tão porpular - não é só por os americanos o falarem).

Comecemos com os "á" e "à". Para que raio serve ter dois acentos se o som da palavra não muda?? Ao menos no francês a entoação muda conforme seja agudo ou grave, "é" soa a "ê" e "è" soa a "é".

Depois os "ss", "c", "ç", "s" e "z" são a maior ineficiência de troca de idedntidades possível.

Uns tomam os sons dos outros dependendo de onde estejam na palavra.

Sugiro:
"ç" => RUA!!, fica o "s" - a ler-se "sse"
"ss" => RUA!!, fica o "s" - a ler-se "sse"
"rr" => fica, som "r" difere do "rr".
"s" => a ler-se "sse", esteja …

Nuremberg ?? Onde??

Portugal jogou há dias com a Holanda, e venceu, nos oitavos de final do Mundial de 2006.Na cobertura mediática feita em Portugal ouvi-se muitas vezes que Portugal ia jogar em "Nuremberg". Sempre ouvi falar em Nuremberga, onde se levou a cabo o julgamento de criminosos de guerra nazis. Que raio é Nuremberg? Os alemães chamam-lhe "Nürnberg", logo Nuremberg será talvez..a versão inglesa... É a mesma coisa que andarmos a dizer que jogamos com os Pays-bas depois de termos ganho ao Iran e antes de jogarmos com a Angleterre.
A quem tinha repórteres no local, mandem-nos abrir os olhos e ao menos verem as placas na rua.

A Realidade do UK IX - Lingua

Esqueçam o inglês da BBC, é a mesma coisa que o Fernando Pessa a falar a lingua de Camões. Em Londres fala-se bem, se for um inglês de gema. Imigrantes das Américas, Africas e Ásia é uma desgraça. Ia a uma loja de kebabs em Rochester de árabes onde quase nem percebiam inglês. Tínhamos de dizer "one kebab, one coke" e usar os dedos para reforçar o "one". Os imigrantes tugas também não são nenhumas peças a falar inglês, não sabiam em Portugal e lá aprenderam de ouvido com os menos bem falantes ingleses, ou recursivamente, com outros tugas que pouco sabiam.

Fora de Londres começa a desgraça. Nas midlands e a subir o inglês fecha muito, e culmina no escocês (ver Braveheart). Em terras como Derby, pub em vez de soar a "pab" soa a "pôb". Mesmo no Sul ouve cada coisa, "not until I'm in ME coffin" dizia o velhote dos campos de ténis. Vejam uma entrevista com o Wayne Rooney e já percebem do que falo.

Em Chatham, cidade podre em Kent, dizia-se…

Esses não são Portugueses

Ler o jornal O Jogo enoja-me pela sua falácia barata sobre o FCP, aliada a pouco ténues separatismos da zona Norte. Mas é um jornal de futebol (nem digo desportivo) feito para povo inculto e adepto do dos dragões, vende por ser assim.

Infelizmente não é só neste pasquim, que alguma mente deformada na TAP achava por bem distribuir a bordo até há bem pouco tempo, que se lê o lixo do binómio FCPxNorte-Separatista.

O Miguel Sousa Tavares é uma pessoa culta que tem até livros publicados com alguma qualidade. Mas é uma pessoa doente no que toca ao FCP. Aparenta argumentar a favor do clube mas as suas afirmções são muito falaciosas e pecam por omissão de factos bastante contraditórios. Há dias alguem, numa crónica n'O Público, criticava o facto de o Scolari o ter mandado pastar na história das não convocatórias do FCP. Estes falsos patriotas que põem o clube acima do País são deprimentes. Lembro-me de um jogo que o Costinha e Deco (na altura no FCP) jogaram 90m e foi um escarcéu porque o S…

Companhias Low-costs - análise recente

Easyjet (LIS-CDG,LGW-GVA,GVA-STN,DTM-BCN)

Low-cost agradável, são na realidade duas. A inglesa, com aviões matriculados no Reino Unido e a Suiça com aviões matriculados localmente. Ambiente agradável a bordo, bancos reclináveis, comida a preço razoável e mais barato que no aeroporto. Na easyjet Suiça os empregados têm um distintivo ao peito com o nome e as bandeiras dos países cujas linguas falavam. Apanhamos um espanhola que falava bastante bem o Português.

Alguns aeroportos tinham quiosques de self-check-in. Nestes voos tive cartões de embarque de todos os feitios possíveis e imaginários. Um deles era um cartãozito pequeno com código de barras. No embarque tudo organizado por ordem de check-in. Nalguns aeroportos dividos entre grupo A e B. Acaba por ser quase inutil quando o embarque é feito de bus. Quando se vai a pé ou de manga já é outra coisa. Em GVA, existiam umas divisões com A,B,C e D em que as pessoas faziam fila. Depois abriam a cancela sucessivamente a partir do A.

No check-i…

Inglaterra - update 4 anos depois

Depois de ter abandonado o UK, voltei lá duas vezes, uma vez em 2004 a Belfast com uma passagem de uma tarde por Londres que me saiu cara. Aluguei um carro de manhã para ir de Luton a Duxford (cambridge) e voltar. No regresso, obras na M11 e trânsito a subir a M1 deram-me tempo para deixar o Modus 1.4 tdi no parque de curta duração, fazer o check-in na easyjet a 2min do fecho e deixar a chave na Hertz com o ticket de estacionamento (o da Avis estava fechado). A brincadeira custou 50 contos...

Voltei em 2005, mas a Exeter, via LHR, no dia em que o A380 voou pela primeira vez.

Na semana passada foi o primeiro regresso a Londres. Apanhei o metro ai pela meia noite de Liverpool St, via King's Cross para Finsbury Park e estava tudo bêbedoa bordo. Tinham saído dos pubs e metade andava de lado, de vários escalões sociais e faixas etárias. Até ganzas fumavam e os comboios estavam todos sujos. Em Finsbury Park, deparo-me com um bairro velho londrino totalmente dominado pela imigração. Asiáti…

Portugal x Irão

Depois da primeira vitória o segundo jogo era visto com mais tranquilidade. Levantados de manhã num hotel perto do aeroporto de Frankfurt, totalmente dominado por adeptos do mundial, depressa nso apercebemos que o adepto típico iraniano tem um aspecto totalente ocidental, sem turbante nem barba. Tinham também um aspecto totalmente pacífico e até um bocado burguês. Os portugueses estavam em bom número, uns de nós tinham colocado uma bandeira do lado de fora do hotel, mas em inferioridade em relação aos persas. Apanhado o autocarro até ao centro da cidade, ai é uma procissão monumental de persas, a apitar dentro de carros, com bandeiras e camisolas da sua seleção e a mostrar imenso orgulho no seu país independentemente daquilo que possa ser a opinião pública mundial. Vimos junto á Hauptbahnhof (estão principal de comboios - Hbf) um casal de lésbicas em que uma delas era iranina. Ai se algum Mullah visse aquilo, ai ai. Frankfurt, a cidade onde está o Banco Central Europeu, chama-se Frank…

Jogo com os Ponchos e Sombreros

No dia anterior ao jogo apanhei um voo para Londres-Stansted que chegou por volta das 23h, com o objectivo de dormir lá mesmo na aerogare e apanhar um segundo ás 6h40 para Niederrhein, um aeroporto low-cost convetido de uma base da RAF a 80 km de Dusseldorf, numa vilazeca chamada Weese. Mal pensava eu que ia ser tramado dormir na aerogare. Centenas de pessoas fizeram o mesmo porque o aeroporto, estando fora de qualquer aglomerado populacional, opera 24/24h. De manhã, qual a minha surpresa de ver este esquema rebuscado de voos lowcost ser conhecido. Alguns portugueses iam apanhar o mesmo voo, mas em muito maior número, estavam mexicanos!!

Ao chegar a Weese, toca a vestir a camisola da seleção e apanhar o bus para Dusserldorf, que ficava a cerca de uma hora dali. Devido a atraso do avião, todos perdêmo-lo, e o seguinte era só 3 horas depois. Dividimos um taxi com uns tugas que pensavam ter voado para o Aeroporto Internacional de Dusseldorf (Weese apresenta-se como apt de Dusseldorf, o qu…

A festa do mundial

Tenho lido em jornais que agora que vem o mundial ai toda a gente vai-se esquecer dos problemas da nação, impostos, défice, maternidades, incêndios estivais, contas para pagar, ambiente, guerras etc, e que isto é triste porque não devemos perder a perspectiva das coisas por causa de uns jogos de bola.

Tenho a dizer que...é suposto o quê? Que um gajo passe o dia todo a chorar por tudo e por nada? Que é um crime aproveitar uns dias de festa para se divertir e libertar das preocupações do dia a dia? O mundial é mesmo isso, uma festa multinacional onde o futebol une populações dentro e fora do país durante dias. Quem não gosta de futebol, é uma boa altura para deitar o olho á TV e ir ver um joguito com mais malta nalgum mundialódromo ou casa de amigos ou café/bar.

Larry Brown was fired

The Knicks' mess took one tiny small step away to be solved. Larry Brown, NBA champion with the Pistons two years ago, got axed one year through his 5 year / 50 M USD contract. He is owed the remaining 40 million and it seems league comissioner David Stern will have a say on the actual amount handed for no coaching.

Larry is a lucky guy as he will get the money (or part of it) and go elsewhere, while Isiah pretends to be a coach, Dolan to be an owner, and Marbury to be an MVP.
The knicks will improve slightly from being the league second worst team (while tops in salaries paid!!) with an horrible coach who seeks incompetent protagonism. Lets remember Isiah first coaching tenure turned (Larry Brown's built and followed by Bird) contender Pacers team into a first rounder loser for three straight years. Larry Bird fired him immediatly after becoming team manager, coming back from retirement.

Dolan is just a spoiled kid wasting his fathers' money.

Marbury and Francis are likely t…

Croacia e Eslovenia vs Rep. Eslovaca

(post escrito 20 metros abaixo da Porta de Miguel, em Bratislava)

A Croacia nada tem a ver com os outros paises do bloco de leste. O povo e vivo, bonvivant e simpatico. Terao uma costela mais latina e laid back que polacos e checos. O ingles e falado por muita gente e com nivel aceitavel. O turismo sempre existiu por parte dos italianos que aporveitavam e aproveitam os ferries baratos para ir a praia. O nivel de vida e semelhante ao Portugues. Vimos la o Italia x Ghana e, nao supreendente, os croatos ficaram tremendamente lixados coma vitoria da squadra azurra. Zagreb e uma cidade muito bonita com muitos predios classicos e bem conservados. O pais parece, no geral, em franca progressao em todos os aspectos. Zadar, no Sul, tem um aeroporto em franca expansao, convertido a partir de alguma base militar. Uma gare nova mas bem apresentada recebe charters e low costs sobretudo da italia e reino unido. Lembra o nosso da Madeira nos anos 70. Um 737 para atravessado frente ao terminal e nem pr…

Portugal x Angola

(este post esta com os caracteres trocados por estar a ser escrito em Zagreb num teclado local).

Uma bela viagem na easyjet ate Paris (737-700, G-EzJN) e na Germawings de Charles de Gaulle ate Koln-Bonn (A319, D-AKNL) levou-me a assistir ao meu primeiro jogo num mundial de futebol. Precos desmesurados da Germanwings em voos directos de lisboa para colonia fizeram valer este trajecto que tambem deu direito a uma bela tarde na cidade Luz.

Ja agora, fazer LIS-CDG na Easyjet para quem quer visitar Paris e largamente interessante. Saimos no terminal 3 que e' um instante para estar na rua e fica junto a estačao de RER (comboio suburbano parisiense) mais perto do centro de Paris. A A-F voa para o terminal 2 e a TAP para o terminal 1, ambos mais bonitos, complexos e extensos que o T3. Ao pe do T3, esta tambem o concorde exposto num rotunda, com atitude de descolagem.

Em Colonia, montes de gente na rua todos enfrascados, mas em clima de festa ordeira. Que diferenča em relačao ao futebol de cl…

Mundial Pindérico

Nos grandes eventos assiste-se aos mais tristes e pindéricos episódios de apoiantes ou entusiastas.

A TV tem sido pródiga a mostrar todas as aberrações possíveis e imaginárias dos adeptos tugas nos dias previos ao mundial.

Eu estou-me também a marimbar para sabe quantas sardinhas se comeu, qual foi o maio cordão humano, qual a maior bandeira, para saber se chegou lá o gajo que vai de bicicleta, e para saber quem são os maiores apoiantes de Portugal.

Os jogadores estão na Alemanah pra jogar e não para passar o dia a dar autógrafos a todos os parvalhões que organizam maluqueiras. Claro que agradecem o apoio, mas a competição para ver quem é o "maior adepto" e para aparecer na TV é secundária. Se querem apoiar a sério, comprem um bilhete e vão ao estádio. Se já não houver, é a vida, vão ter de ser apenas os que estão lá dentro...

É uma moda ter bandeiras de Portugal na janela em casa. Não se trata de patriotismo nenhum, é apenas uma moda, assumida por muitos que nem sabem distingui…