Missão do Homem na Terra



Parece que há muito bom povo que por vezes se pergunta, de modo filosófico, que faz no Mundo?Muitos se revêem na sua crença religiosa, outros na familia, outros no trabalho, outros no dinheiro e alguns em nada.

Politicamente há dois modelos extremos que vingaram como direção para o povo.
O feudalismo foi (e é) uma aberração primitiva que separa a população em duas classes, ricos e pobres. A movimentação social é fortemente impedida ora com medidas de repressão permitidas por legislação corrupta ou mesmo inexistente. Por vezes acontece a associação entre a nobreza e clero para ainda manter o fosso com mais eficiência. As religiões professam "pobreza = paraiso" enquanto o clero e nobreza pecam felizes. Recomenda-se a leitura do "Nome da Rosa" de Umberto Eco sobre este último assunto.

Ainda hoje um modelo similar se vê muito na América do Sul. Os ricos estão cheios de poder e dinheiro e os pobres apenas gostavam de ser ricos. Muito notório nas novelas brasileiras.
É um modelo básico que apenas beneficia o interesse dos ricos e poderosos. Uma versão mais moderna é o capitalismo em que uns esfalfam-se a trabalhar e nem podem sequer comprar aquilo que produzem. O paradoxo foi bem visivel na crise dos anos 20, após a Sexta Feira Negra de Wall Street.

Muito mais grave para mim, são os regimes comunistas. O capitalismo assenta em exploração pura e dura sem qualquer tipo de justiça. O comunismo assenta sobre princípios totalmente irrealistas e quem os apregoa é ingénuo ou hipócrita. O exemplo mais crasso é a revolução na China, orquestrada por Mao Zedong. O feudalismo opressor foi subsituido facilmente com o dar direitos aos pobres camponeses. Depois, Mao ficou anos no poder a implementar um sistema equalitário em que o PC decidia tudo. Caças ás bruxas foram as dezenas, sempre em visando um moralismo comunista imaculado em que o partido estava á frente da familia e outras necessidades burguesas. Eleminou-se todo o intelectualismo e livre pensamento, criando uma pirâmide de medo em que se seguia tudo sem saber porquê. As sessões de Auto-Crítica serviram apenas para frustrados e invejosos se vingarem dos que faziam alguma coisa pela vida. A Utopia do bem consumo comum atingiu o cúmulo quando se proibiu ter e cozinhar alimentos em casa, havendo cantinas grátis. Instaurou-se o clima de os "outros que façam", nivelando a população pela mediocricidade. Um lunático tentou dirigir o pais sem saber o mínimo de economia e estabelecendo leis que mataram cerca de 30 Milhões de pessoas á fome em menos de 5 anos (morreram 55M na WWII!!). A Revolução Cultural "limpou" as cabeças mais instruidas paar satisfazer o capricho de um dos líderes mais hipócritas da História. Das intenções sociais, ficou um povo pobre e inculto na mesma, apenas os motivos foram outros.

Que caminho então?

Do meu ponto de vista o caminho é o socialismo progressista, uma sociedade que se ajuda e com oportunidades iguais para todos. Estudos, segurança social e recursos do planeta devem estar ao dispôr de todos. Ajuda a pobres, deficientes e velhotes deve ser providenciada pelos mais afortunados. É previsto que nem todas as pessoas terão ambições e capacidades iguais. Devem ser respeitadas e aproveitado o que melhor tenham para dar. Deve ser uma sociedade em que tanto o conjunto de uma população, como o individuo devem ser reconhecidos. Por um lado a "união faz a força" e por outro as pessoas devem ser capazes de pensar pela sua própria cabeça, e de contribuir para um bem geral. Na Europa estamos, no geral, perto deste modelo embora com algumas excepções.

A humanidade mostra o seu progresso, em várias frentes. As estruturas sociais/políticas e a ciência são os outputs mais apresentáveis. Sistemas democráticos com eleições e com competitivade são fundamentais. A ida á Lua foi um exemplo daqui lo que considero o maior expoente do Homem na Terra. Num país liberal (os US) e evoluido desenvolveu-se com grande precisão um trabalho notável e ambicioso.

Comments

o pula said…
meu... atão mas são capitalista ou são evoluidos?!?! andas perdido...
quem, os US? Não são tão capitalistas como os paises comunas os pintam, nem tão evoluidos socialmente como eles se apregoam.

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal