Abu Nidal em Portugal


Portugal esteve sempre um bocado á margem dos conflitos israelo-árabes. Tivemos um papel participativo embora imparcial na guerra Irão-Iraque, mas a nossa política externa nunca teve papel importante nos desenlaces entre Judeus e Muçulmanos na Palestina.

Contudo houve um episódio em solo Português. Em Abril 1983, a saida do Hotel Montchoro em Albufeira, o portavoz da OLP dr. Issam Sartawi foi morto a tiro quando participava numa conferencia Socialista Internacional.

O atentado foi atribuido ao grupo terrorista lideral por Abu Nidal (aliás Sabri al Banna). Tinha começado na Fatah com o Yasser Arafat mas o seu extremismo levou-o a perseguir a carreira de terrorista com o seu grupo autónomo. Apesar de nunca ter participado em nehum atentado (dizem que nem uma pistola sabia usar) foi responsável por centenas de atentados pela Palestina ou por puro mercenarismo a soldo de paises como o Iraque. O desvio do Achille Lauro e a vergonhosa execução do Leon Klinghoffer, velhote judeu em cadeira de rodas foi um dos mais mediáticos e chocantes. Foi morto em 2002, após muitos anos de terror.

O assassino foi apanhado pela policia Portuguesa, sentenciado a uma ridicula pena de 3 anos de prisão e libertado a meio por bom comportamento. Mesmo assim penso que a justiça portuguesa fez o que tinha a fazer, mostrou existir sem desencadear represálias contra o país por assuntos que não nos diziam respeito.

A França teve os meus problemas e num único mês em 1986 sofreu 11 atentados terroristas em Paris. Segundo fontes não oficiais terá pago vários milhões de USD a Abu Nidal para evitar represálias.

Comments

Anonymous said…
uhm acho que houve outro episodio qq com uns gajos qq a tomar a embaixado turca em lx....

os GOI entraram la' e fizeram merda da grossa...acho que foi tudo com os porcos...terroristas e assassinos... vou investigar e se encontrar posto em comment seguinte.....


Sf
Anonymous said…
aqui ta' e viva a internet...afinal n tinha nada que ver com a a palestina....

Nota: o genocidio armenio e' um dos episodios mais negros do sec XX que muitos estados n querem reconhcer para n reconhecerem a tao poderosa como escrota turquia.....

A info ta' toda na net....

Sf

20. July 27, 1983 - Lisbon, Portugal: Five Armenian gunmen - "The Lisbon Five" - storm the Turkish Embassy in Lisbon, killing a Portuguese law enforcement officer and wounding another. A Turkish security officer kills one gunman -Vatche Daghlian. Unable to take the Embassy chancery building, the four remaining gunmen - Setrak Ajemian, Ara Kuhrjulian, Sarkis Abrahamian and Simon Yahniyan - occupy the Embassy residence building, where they take the Deputy Chief of Mission (DCM), Yurtsev Mihcioglu, and his family hostage. As the four remaining gunmen plant explosives in the residence building, the wife of the DCM, Cahide Mihcioglu, accidentally detonates one of the bombs killing the four gunmen. Mrs. Mihcioglu also dies in the blast, while her husband Mr. Mihcioglu and son, Atasay Mihcioglu, survive their wounds. The "Armenian Revolutionary Army" of the JCAG claims responsibility for the attack, but blames Portuguese Prime Minister Mario Saores for the deaths of the Portuguese law enforcement officers and the five JCAG members.
Andrew said…
Dear Sir/Madam


We're currently in the process of researching potential archive and Images for an upcoming project. One such Image that we are interested in is featured here on your website ( Top Picture, Sartawi Death Scene)


Could you please provide us with any information of licensing rights that you have for this image or If the rights are held by yourself, how we would go about licensing the Image from you?

Many Thanks

Andrew

Andrew@spiritlevelfilm.com

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..