Anatomia de um Acto de Guerra

Recentemente um militar americano causou a morte a 14 soldados do mesmo lado.

Chamaram-lhe um atentado terrorista.

Eu não concordo, visto ter sido perpetrado apenas contra militares.

Condemo-o mas chamaria um "Acto de Guerra", mas reprovando-o totalmente, e é claro sendo evidentemente uma gravíssima traição á Pátria.

O carrasco atacou compatriotas seus, sem qualquer defesa, sendo ele também militar e tendo jurado fidelidade á bandeira americana.

Cuspiu na mão que o alimentou, longe de ter vítima de xenofobia, quando até era médico. Mais um prego paradoxal no caixão, um médico a matar aqueles que cujo emprego consistia em curar.

Aparentemente já tinha dado inúmeros sinais de conversão ao islamismo radical, com contactos identificados com organizações em pessoa na e na web, onde nem se deu ao trabalho de se esconder.

Mesmo no meio militar tinha amplamente criticado a intervenção americana no Iraque e Afeganistão, onde morriam muçulmanos que defendiam a sua terra.

Mesmo assim, por medo de serem acusados de xenofobia, ninguém se queixou dele.

Como é possível que eu tenha de preencher um ridiculo formulário quando entro nos USA, esteja sujeito a ter o meu portatil confiscado para análise dos conteudos do disco, tenha o Patriot Act legalizado para vasculhar a minha vida (mesmo sendo US citizen) e este anormal, mesmo identificado, continue nos quadros do exército americano com acesso a armamento e cause o que causou?

Que raio de combate ao terrorismo é este, quando os terroristas são os mais protegidos?

Guantanamo é uma palhaçada, pois certamente que aqueles que são apanhados no Médio Oriente e entregues á policia Iraquiana ou Afegão acabam sem dedos na melhor das hipóteses. É apenas um oasis politico, para alguns, para medir o combate ao terrorismo. Na América serve para entalar o governo democrata actual e glorificar o combate férreo aos terroristas.

Nem um nem outro, já que os terroristas que lá andam parecem praticamente inofensivos e é completamente impensável que algum deles vá a tribunal civil e exprima as suas opiniões e conte das podridões dos americanos e ainda possa ele processor o agressor. Obama nem consegue fechar aquilo porque nem o próprio Páis colabora o mínima, para o embaraçar. Cuba, de maneira inteligente, abstém-se de protestar, ainda mais porque está a receber dinheiro para manter o abuso em seu território. Os media interncionais também criticam os USA, mas conseguem não aliar a "hospitalidade" Cubana aos abusos tão amplamente criticados para com os seus cidadãos.

Vejo histórias de terroristas transportados em Gulfstreams, e eu que nunca meti os pés num, fico a pensar: que luxo. A maior parte recebe na cabeça uma bala de um euro, ou um passeio num humvee , após ter uma vida preenchida com um passeio num Datsun de anos 70 ou em camelos raquiticos.

"War on Terror" (or for oil) goes on. De organizações dedicadas e profissionais como a PFLP, passou-se ás células quase isoladas Al Qaeda, e agora temos o amador do Facebook.

Comments

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal