A380 - O gigante dos céus

Desde que sou vivo assisti a entrada de vários modelos de aviões comerciais. O B.757 e B.767 sairam na minha idade pré-escolar e lembro-me de o meu pai me ter levado a ver um charter B.757 na Madeira algures em 84 ou 85. Idem para os A310, A320, B.777, A330 e A340, somando-se aos jactos regionais e upgrades a modelos já existentes como o B.737 e B.747.

Mas eis que chega o A380 e de repente o mundo ficou a olhar. Não conheço ninguém seja de que idade (vá lá tiremos a minha avó com quase 90 anos) e de que background cultural que não saiba desta novidade. Uns sabem que é o A380, com motores Rolls Royce Trent ou com Engine Alliance, outros sabem que é "aquele grande que saiu da Airbus". Mas todos ficaram interessados e maravilhados com aquela máquina tão grande e que descolou tão suavemente de Toulouse no passado mês de Abril.

A imprensa atira o B.787 em todos os artigos como se fosse uma revolução comparável. É certo que se trata de um grande avião com incorporações tecnológicas avançadas mas isso traduz-se em 10% de consumo a menos de fuel que o A330. O B.757 trouxe custos operacionais reduzidos em 50% em relação ao B.727 e foi o impulsionador dos charters de médio curso.

Mas o A380 é outro dado na aviação. 800 pax em full economy, 500 a 600 em três classes. Pode vir a trasnformar as viagens intercontinentais em algo mais acessivel. Pode ser usado como um autocarro de grande porte entre metrópoles (como a JAL usa B.747 no japão com 600 pax para voos domésticos). Só o facto de aeroportos estarem a sofrer alterações para o poder acolher mostra o poder que terá.

Quando saiu o B.747 no fim da década de 60, muitos "Velhos do Restelo" afirmaram que era muito grande. Ultrapassados os problemas das modificações de aeroportos, dos motores que fizeram estar 30 aviões em Seattle, mais de 1000 vendidos até ao presente dia fazem a da "Rainha dos Céus" um marco na aviação comercial.

Na minha óptica o A380 terá um papel igual. Os detractores comprarão outros modelos, mas os operadores do A380 estarão a voar para todo o mundo.

Até a British Airways, conhecida como a Boeing Always, afirmou estar a estudar o modelo. Será por a Air france já o ter encomendado?

Comments

Jingas said…
Todos conhecemos a A380, não só pelo seu porte, mas porque este foi talvez o avião mais publicitado nos media nos ultimos anos...

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal