França Portuguesa
Há muito em comum connosco mesmo assim. Sindicatos chorões, sempre a reclamar de tudo aquilo que possa lesar o trabalhador. Sempre a dizer mal dos jogadores e da seleções, mesmo quando ganham alguma coisa. Longe de alguem pensar que o Zidane e o Henry não são criticados por cá. Maus condutores, como já disse. O povo menos culto também coloca as esteiras de bolinhas nos carros, como os taxistas de Lisboa. Também ouvem música pimba (francesa), forram o volante do carro com coisas farfalhudas e metem guilhardetes de futebol no retrovisor. Aqui chama-lhes os "beauf",contração de "beau-frére" (cunhado), e com um significado como o nosso em relação á sogra. Alguem de quem não gostamos. Aqui também há uma "Lili Caneças". Neste caso é um, o Massimo Gargia, um italiano de nascença com mil plásticas efectuadas que organiza festas de jet-set. Parasita da "haute-societé", vive para a elegância e é uma das figuras mais caricatas da França. Gozado q.b. na TV. Em presença.

Comments

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal