MITOS NBA - parte 2

A morte de Reggie Lewis, capitão dos Celtics:

Nos playoffs de 93, o RL desmaiou em campo no primeiro jogo contra os Hornets, numa jogada em que Parish marcava um afundaço longe dele. Após ser visto por um painel de médicos, decidiu-se que podia jogar sem problemas tomando uma medicação de prevenção.
Nesse ano fui aos US vistar uns primos em New Bedford, uma TugaTown nos arredores industriais de Boston. A meio de um arraial á madeirense, soube que o pior tinha acontecido.

Com 27 anos, nesse verão, Lewis morreu a meio de um treino com uma universidade, NO AQUECIMENTO.

Dado o aviso 2 meses antes, não se o pode classificar na mesma categoria como o Paulo Pinto, Marc Vivie Foe nem o Feher. Vi fotos do funeral dele em boston e estavam milhares de pessoas com camisolas 35 dos Celtics. O número dele, o capitão e oásis numa equipa fraca que mesmo assim conseguia competir, está pendurado no Fleetcenter. É considerado um heroi morto em combate. Pouco tempo antes tinha morrido Drazen Petrovic, que jogava na mesma posição nos Nets.

Era um jogador exemplar dentro e fora de campo. Tenho a revista que se vê aqui, que palmei a bordo de um avião da American Airlines:




Mas estará isto bem contado??? Um jogador é visto pelos melhores médicos dos USA e morre após uma corridita???? Uns anos depois outras coisas começam ao vir ao de cima, com as culpas dos médicos a serem apontadas.

Vêm os médicos a público dizer que não aceitavam culpasm que ele era, já de longa data, um viciado em cocaina e que o tinham avisado para parar com riscos cardiovasculares severos.

A mulher dele processou os médicos e o descalabro de lavagem de roupa suja nunca mais parou.

A questão bate em imagem da Liga em relação ao despite de drogas, a seguradoras e aos próprios Celtics.

O único que me choca é como é possível que tenham deixado este rapaz morrer em campo, sabendo que ele era toxicodependente?? A ganância faz coisa destas...

Comments

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal