Trolhices da Madeira

Fala-se muto das pesssoas perderem as tradições, mas a verdade é que necessitam de ser recicladas para se manterem. um bom exemplo é a Noite do Mercado de dia 23 de Dezembro, transformada de uma tradição funchalene num autêntico festival de âmbito regional. Foi inclusive copiada para outras zonas, como Santa Cruz.

Algumas tradições mantêem-se vivas com alguns ciclos de popularidade, como as 9 Missas do Parto, uma foco de convívio e de prova de licores e vinho.

Outra sofrem erosões vergonhosas como a nossa "Carne de Vinhialhes", deformação linguistica de "Vinho e Alhos". Perplexidade é o que me atinge quando oiço madeirenses indígenas a referirem-se á iguaria tradicional de Natal como "Vinha D'Alhos", o nome Continetal para um prato semelhante. Será para dar um toque mais "fino"?

Comments

luisagouveia said…
Vergonhosamente...também tenho essa impressão.

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal