Minha opinião sobre como deve ser visto o novo Aeroporto de Lisboa

Sem ser sequer profissional da área da aviação, humildemente apresento aqui a minha visão de passageiro do que deve ser um apt, coisa que faço frequentemente por 3 motivos:
- deslocação rápida de fim de semana
- biz trips de 2 ou 3 dias
- turismo puro

Em todas há denominadores comuns, apesar das diferenças.

Custo, tempo e complexidade de acessos (interiores e exteriores).

Eu gosto de voar para um sitio, chegando pouco antes do check-in, fazendo-o num terminal touch-screen, não andar kms pra chegar ao embarque, embarcar SEMPRE numa manga e não numa porcaria dum autocarro que fica 10 minutos á espera de arrancar comigo lá dentro e depois dá umas voltas maradas ao apt e desembarca-me com 2ºC a chuva pra subir uma porcaria dumas escadas de avião (imaginem que a 3ª idade tmabém é pax) onde fico 5 minutos entulhado enquanto verificam os cartões de embarque um a um (atestado de incompetência a todo o sistema de embarque). Por vezes fica-se no autocarro porque estão 3 em fila para o A340 porque só está uma escada.

Depois quando saio quero as malas logo e não quero andar 3h a tentar perceber como vou para a cidade. Quero metro, taxi, bus directo ou comboio suburbano ali já. E não no outro lado do aeroporto.

E tem de ser barato (menos de 15 euros)!!! E demorar pouco (menos de 30m)!! Não quero voar pra Lisboa numa companhia de bandeira e descobrir que tou numa cidade qq a 50 km.

Tempo passado dentro do apt é tempo perdido, e o pouco tem de ser aproveitado. Comprar qq coisa, usar wifi para aceder a net (ou kiosk), telefonar e pouco mais.


Alguem que vá a Madrid e entre na estação de "Nuevos Ministerios", fica em pleno centro junto ao Estádio do Real Madrid, e parece uma aerogare aeroportuária! Tem balcões de check-in e depois apanha-se o metro e por 1.15€ e 30 minutos está-se em Barajas.

Há dias fui a Exeter, a partir de Lisboa. Chegado a LHR não pude levantar o carro na Hertz por motivos burocráticos.A viagem levava 3h a conduzir. Em 7 minutos já tinha uma solução alternativa em valor razável com transportes publicos e em 2h30 estava lá. É isto que tem de ser. Um polo de multimodalidade de conexões e não um autismo qualquer anti (ou pró ou sei lá quê) taxistas e TGV. Tem de ter opções, tem de ser flexivel. Optimista. Util. Rápido, dinâmico e eficiente.

Vi também o novo terminal em contrução em se que garante que do check-in á gate são 7 minutos worst-case cenario. Será fazivel?

Mostra ao menos qual é o objectivo. Servir o pax!! E como se serve o pax? servindo as companhias que os transportam tb!

Um aeroporto não é pra ser um santuário qq politico, é pra ser tão eficiente que o pax deixe lá o $$ depressa e saia com o sorriso nos lábios sem se lembrar que por lá passou.

Barulho dos aviões? Give me a break, lembro-me dos 727 e b737-200 e vejo os 320 agora e só posso aimaginar que um dia a 2a circular será mais barulhenta que qq aeronave.

Perigo dos aviões cairem na cidade? Give me a break tb, vejam as estatisticas de quantos se espalham na short final, aqui em LIS os windshears e microbursts do vale do aqueduto estão bem evitados.

Comments

Jingas said…
O futuro aeroporto de Lisboa será contruído para alimentar o partido socialista. Sempre foi um projecto deles... Não acredito nos estudos em que a Ota é o melhor local. Apenas uma minoria será beneficiada, mas julgo que Lisboa cidade, sairá lesada, bem como as pessoas que a ela se dirigem para rápidas reuniões ou outras situações urgentes. Com o actual aeroporto, em pouco tempo estamos em qualquer ponto da cidade e sem grandes despesas de transporte...e no futuro?? Qual a resposta a dar a este tipo de passageiros, que são uma parcela relativamente gorda do actual aeroporto?
Anonymous said…
Uma coisa é certa, lisboa tem de ter um novo aeroporto sob pena de demolirmos metade da cidade para acolher o aumento previsto de passageiros/movimentos. Mas outra coisa é certa, a Ota é o pior cenário. Circula pelos meios que percebem dessas coisas (leia-se meios aeronauticos e não politicos) que o aeroporto da Ota será um continuar das intermináveis obras do de lisboa. Está castrado à nascensa.

Não tenho soluções, mas a melhor foi alvitrada aqui há uns dias atrás. Manter Lisboa como está (investimento zero, só manutenção) e transformar Montijo (Alverca esqueçam, o controlo de tráfego aéreo não consegue fazer milagres, e quando sai um de um sitio no outro está tudo parado). Os dois aeroportos teriam dimensões semelhantes, mas fariam concorrência entre si (um pouco como Orly e Charles de Gaulle). A nova infraestrutura a ser criada seria uma base aérea como substituição do Montijo e uma nova ponte sobre o Tejo a ligar o aeroporto ao centro da cidade (ponte essa dimensionada principalmente para o transporte de massas, povo, e não para as familias darem passeios de pópó ao fim de semana).

Winshear??? Microburst??? E não trabalha na aviação??? Spoter??
Não sou spotter nem trabalho directamente na aviação. Sou apenas uma pessoa interessada e com conhecimentos adquiridos com algum rigor.Concordo com as vossas opiniões.

The Best Alltime Posts

Jacques Cousteau - Episódio Negro no Tejo

Sacadura Cabral...faz hoje 28 anos..

Abu Nidal em Portugal